Assista esta linda homenagem das Orquestras Violões do Forte de Copacabana e Shalom aos seus professores!
Nos acompanhe diariamente através das nossas redes sociais:
Ajude o nosso projeto!
PIX: CNPJ: 09.208.222/0001-79
Agenda

Sobre Nós

Desde 2007, o Instituto Rudá é o responsável pela execução e apresentações de Orquestras de MPB, viabilizando um projeto musical/social que vem recebendo aplausos do público em todas as suas apresentações.
Na época em a Orquestra foi criada, foram selecionados 50 jovens, de 10 a 21 anos, de comunidades carentes como Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Chapéu Mangueira, Babilônia e Santa Marta, que se destacaram pelo seu grau de amadurecimento musical, ao lado da frequência regular ao ensino formal. Além dos violões, a orquestra reúne outros instrumentos, como clarineta, flauta transversa, piano, fagote, violino, percussão e bateria. Hoje, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom conta com 25 jovens que possuem de 13 a 25 anos, oriundos da rede pública de ensino. Os componentes ensaiam duas vezes por semana no Forte de Copacabana.

Resultados

Usando a Música Popular Brasileira como a verdadeira ferramenta de aproximação, derrubando barreiras culturais e sociais, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom vem conquistando vários jovens que têm origem nas comunidades de baixo IDH, de diferentes pontos da cidade, trazendo valores que ultrapassam os limites do ensino teórico-musical.
A convivência diária com a prática da música, o respeito às diferenças, e ao limite de cada um, o entendimento dos talentos de cada um, o que requer parceria e respeito ao outro, têm produzido ótimos resultados em termos de sociabilização, que são partilhados com o grupo familiar e de amigos desses jovens. Além de toda a satisfação e alegria em perceber a evolução e o empenho desses jovens em seu aprimoramento na carreira da música, o sucesso das apresentações em diversas programações culturais da cidade faz da Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom a maior referência de superação de obstáculos. O investimento na formação musical do jovem dá a cada um deles a certeza de que é um agente de mudança, pois, em contato com seus semelhantes, realiza trocas que lhe permitem avaliar-se permanentemente, sendo, ainda, portador para o seu meio familiar de novos comportamentos e atitudes condizentes com a noção de cidadania.
A Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom traz ainda a oportunidade de profissionalização destes jovens. De forma natural, muito deles estão criando seus próprios grupos ou se engajando em atividades profissionais como, por exemplo, as próprias Forças Armadas. Como resultado de diversas apresentações do projeto, já tivemos nossos jovens se profissionalizando em diversos projetos na cidade do Rio de Janeiro:
Galeria de Fotos
Equipe
Para a execução deste projeto, o Instituto Rudá conta com uma equipe permanente de profissionais, que prestam serviços à organização, conhecendo os jovens componentes da Orquestra, e dedicando tempo ao desenvolvimento destes novos talentos:

Márcia Melchior

COORDENAÇÃO E DIREÇÃO ARTÍSTICA

Márcia Melchior é empresária, produtora musical, idealizadora e consultora de projetos culturais. Atuando como diretora artística, é a criadora de um dos projetos sociais de maior destaque do Instituto Rudá, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom, onde atua há mais de 11 anos. Desde então, organiza e produz as apresentações da Orquestra em diversos pontos turísticos e culturais do Rio de Janeiro, incluindo convites para eventos de destaque no Brasil e no Exterior. Ler Mais

Bruna Comanche

ADMINISTRADORA

Bruna Comanche gerencia o setor administrativo de projetos culturais do Instituto Rudá e da Fórum da Cultura Produções, onde atua há 8 anos. Além disso, também é Diretora Administrativa da Associação de Arte e Cultura RioMont. Formada em Administração e Contabilidade pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), esteve em empresas de consultoria tributária e do ramo de investimentos, como a Ágora e o BNY Mellon, onde ainda atua na área de contabilidade de fundos de investimento.

Antônio Carlos Marques Pinto

DIREÇÃO MUSICAL

Faz parte da dupla Antônio Carlos & Jocáfi, que tem inúmeros sucessos em seu currículo. Como compositor teve a oportunidade de gravar com os maiores nomes da música popular brasileira, como Vinícius de Moraes, Orlando Silva, Maísa, Nelson Gonçalves, Toquinho, Clara Nunes, Os Originais do Samba, Doris Monteiro, Jorge Aragão, MPB-4, Angela Maria, Emílio Santiago, Alcione, Djavan e Daniela Mercury, Celia Cruz, José Feliciano, e cantada por Ella Fitzgerald e Stevie Wonder entre outros. Uma carreira de sucesso, que inclui a autoria de trilhas sonoras, aberturas e temas para novelas e seriados como “Super Manuela”, “O Primeiro Amor” e “Shazam e o Xerife” na TV Globo. Ler Mais

Luiz Potter

REGÊNCIAS DAS APRESENTAÇÕES

É músico instrumentista, compositor, arranjador, maestro, professor e pesquisador. É formando em Licenciatura em Musica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). De 2003 a 2009 integrou a “Orquestra de Sopros da Proarte” como instrumentista tocando violão de 6 e 7 cordas, bandolim, guitarra e flauta transversa, grupo com qual já se apresentou em diversas salas de concerto e teatros do Brasil como Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Sala Cecília Meireles, Teatro Tom Jobim, Teatro Carlos Gomes, Teatro Rival BR, Sala Baden Powell, Grande Teatro Palácio das Artes (MG), Teatro Castro Alves (BA), Teatro Nacional de Brasília (DF) e em programas de TV como Altas Horas (2003) e Jô Soares (2004), em 2005 participou do encontro internacional de orquestras em Salzburg (Áustria), tocando também em outras cidades austríacas numa turnê pelo país. Ler Mais
Quer nos ajudar a transformar vidas com a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom?
ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DA ORQUESTRA DE VIOLÕES DO FORTE DE COPACABANA
Doações Mensais
Por menos de 1 real por dia, você pode ajudar o projeto.
Escolha uma das opções de doações mensais abaixo. Te redicionaremos para o site oficial da CIELO e poderá fazer sua doação com toda segurança:
Obs.: Este tipo de doação não permite dedução do imposto de renda.
Doações em Dinheiro
Para doações diretas: PIX Chave CNPJ - 09.208.222/0001-79
Banco 001 - Banco do Brasil
Agência: 1569
Conta: 37.109-2
Razão Social: Instituto Rudá
CNPJ: 09.208.222/0001-79

Os contribuintes – Pessoa Física – que fazem a declaração de renda completa terão o valor investido ressarcido na forma de abatimento ou restituição no Imposto de Renda, através de recibo anual enviado pelo Instituto Rudá, observando o limite máximo de 6% do total do imposto devido.

Ao preencher a declaração, as doações devem ser informadas na ficha “pagamentos e doações efetuados” com os valores e CNPJ dos beneficiários. O código para incentivo à cultura é 41.

Ao fim da declaração, o programa calcula automaticamente o imposto devido e mostra automaticamente o “desconto” dos valores doados.
Envie seu comprovante de depósito para doacoes.ovfc@gmail.com incluindo, nome completo, CPF para receber seu recibo do Instituto Rudá.

Para doações comuns, sem dedução do IR, depositar na conta abaixo:

Bradesco
Agência: 583
Conta: 317103–5
Razão Social: Instituto Rudá
CNPJ: 09.208.222/0001-79
PIX – CNPJ: 09.208.222/0001-79

Coordenação Executiva e Contratação de Concertos
Marcia Melchior – (21) 99971-3000
Assessoria da Imprensa
Prisma Colab
Mario Camelo - (21) 99992-3644